EXAMES COMPLEMENTARES MAIS USADOS EM NEUROLOGIA E NEUROCIRURGIA

Raio x

 

     Com o advento da tomografia de crânio, o famoso raio x ficou ultrapassado na rotina neurológica e neurocirúrgica. Em poucas situações ainda opta-se por seu uso como em traumatismos cranianos ou avaliação óssea da coluna vertebral. No Brasil, devido ao baixo investimento em saúde, ainda é a única opção em diversos hospitais.

raio x de crânio

Tomografia Computadorizada

 

     Exame de imagem que revolucionou os diagnósticos neurológicos e neurocirúrgicos. Consiste na realização de inúmeros exames de raio x interpretados por um programa de computador. Assim, é possível se obter imagens mais fidedignas e com melhor qualidade. É o exame básico para qualquer investigação do cérebro ou coluna vertebral.

tomografia de crânio

Ressonância Nuclear Magnética

 

     Técnica para realizar exame de imagem onde se utiliza campo magnético. As imagens possuem qualidade superior a tomografia, sendo, assim, o melhor exame na maioria dos diagnósticos neurológicos e neurocirúrgicos.

Imagem lateral de ressonância de encéfalo

Angiografia

 

     Tal opção diagnóstica é considerada um procedimento invasivo. Serve para avaliar, geralmente, doenças vasculares do Sistema Nervoso. Consiste na inserção de um cateter em uma artéria da perna e a posterior navegação intra vascular até o vaso a ser estudado. Usa-se contraste para visualizar o sistema vascular através de raio x realizado durante o procedimento. É a mesma técnica usada para embolizar aneurismas cerebrais.

Angiografafia cerebral

Eletroencefalograma (EEG)

 

     Exame que verifica a eletricidade cerebral e suas ondas. Usado, basicamente, para análise de crises convulsivas e doenças do sono.

Traçado do eletroencefalograma

Rafael Oliveira - Médico Neurocirurgião e Cirurgia de Coluna

Porto Alegre - RS